Vá e veja com seus próprios olhos!

Quantas vezes durante sua carreira você trabalhou na solução de um problema, que na verdade, não existia?

Ou utilizou uma informação incorreta para criar uma funcionalidade em seu software?

Ou tomou alguma decisão baseada em boatos que escutou pelos corredores?

Eu já passei por isto algumas vezes, e provavelmente você também.

O que precisamos fazer é simples: Genchi Genbutsu!

Vá e veja com seus próprios olhos!

Quando um cliente te pedir uma funcionalidade nova, que por exemplo, resolva um problema em sua linha de produção, vá até o cliente e veja com seus próprios olhos como funciona a linha de produção e qual é o problema do cliente.

O ponto aqui é: Vá na origem, observe pessoalmente, verifique dados, em vez de teorizar com base no que os outros te falam.

Quando você vê algo por si mesmo, você entende completamente a situação, e não é traído pelas falhas de comunicação que ocorrem com frequência.

Isto vai exigir que você saia da famigerada zona de conforto, porém reduzindo significativamente o desperdício de energia (e muitas linhas de código) para resolver problemas que não existem. 😉

Anúncios

Um comentário sobre “Vá e veja com seus próprios olhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s